Bolsa do Povo – SP

O programa Bolsa do Povo – SP é considerado o maior programa de assistência social e transferência de renda da história do ESTADO DE SÃO PAULO.

Diante deste cenário de pandemia, com a Lei de maio de 2021, o Governo do Estado de São Paulo criou o Bolsa do Povo, programa que vai beneficiar mais de 500 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social.

⚠️⚠️ O Governo do Estado de São Paulo não liga ou envia mensagens de texto para solicitar informações de dados pessoais e nem para ativação de links de participação e/ou acesso a programas e serviços públicos oferecidos aos cidadãos, como o Vale Gás ou o SP Acolhe do Programa Bolsa do Povo.

O INVESTIMENTO SERÁ DE R$ 1 BILHÃO EM 2021

O Programa Bolsa do povo possui sete eixos programáticos:

Assistência Social​
Educação​
Esporte
Habitação​
Qualificação Profissional​
Saúde
Trabalho

 

O OBJETIVO É AMPARAR A POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL 👇

O Programa Bolsa do Povo reúne programas e ações sociais estaduais existentes e cria outros.

Para saber mais sobre as ações, requisitos, condições e valores dos benefícios, veja abaixo as opções:§▬



Renda Cidadã

O Renda Cidadã atende famílias em vulnerabilidade por desemprego ou subemprego, envolvendo ausência de qualificação profissional, analfabetismo, más condições de saúde, falta ou más condições de moradia, dependência química, entre outras dificuldades.

A proposta é enfrentar o processo de empobrecimento de uma parcela significativa da população, que tem alterado profundamente a estrutura da família, seu sistema de relações e os papéis desempenhados.

Programa Renda Cidadã – Valor do benefício: R$ 80,00

Programa Renda Cidadã Idoso – Valor do benefício: R$ 100,00

👉 Inscrição no Programa Renda Cidadã

Para acessar o benefício, os interessados buscam o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do município para verificação dos critérios para inscrição e cadastramento no Cadastro Único.

 



Vale Gás

Sob a gestão da Secretaria de Desenvolvimento Social, o programa de proteção social promove a transferência de renda para compra de botijão de gás de cozinha (GLP 13kg) às famílias em situação de vulnerabilidade em comunidades e favelas.

Com investimento total de R$ 30 milhões, o benefício do Vale Gás pagará 3 parcelas de R$ 100,00 bimestrais, totalizando R$ 300,00.

Serão beneficiadas mais de 100 mil famílias (cerca de 500 mil pessoas) na pobreza e extrema pobreza (renda mensal per capita de até R$ 178,00) inscritas no CadÚnico (sem Bolsa Família), residentes em comunidades e favelas de diversos municípios paulistas.

👉 Como cadastrar no Vale-Gás

As famílias que atenderem aos critérios de elegibilidade terão acesso ao voucher para o saque direto nos caixas eletrônicos do Banco do Brasil ou 24 horas.

A primeira parcela começou a ser paga em julho, e para os novos beneficiários já está disponível.

As próximas parcelas serão pagas em setembro e novembro, respectivamente.

As famílias podem checar se têm direito ao benefício nos sites valegas.sp.gov.br ou bolsadopovo.sp.gov.br, onde constam todos os critérios de elegibilidade.

Quem não tiver acesso à internet, pode pedir informações no Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) próximo à residência.

 



Tarifa Social de Energia Elétrica

É um benefício criado pelo Governo Federal e corresponde a um desconto na conta de energia elétrica, concedido aos primeiros 220 kWh consumidos mensalmente por clientes residenciais.

O benefício social criado pelo Governo para beneficiar as unidades residenciais de famílias com baixa renda.

Cada estado tem suas facilidades e diferenciais para cadastro. Para conhecer como funciona no Estado de São Paulo, clique no link abaixo:

👉 Tarifa Social de Energia Elétrica (ENEL)



Ação Jovem

O Ação Jovem promove a inclusão social de jovens entre 15 e 24 anos de idade, de famílias cadastradas no CadÚnico com renda mensal familiar per capita de até meio salário mínimo nacional.

O programa está presente em 642 municípios, com uma ajuda no valor R$ 80,00 por jovem/ mês com o CPF cadastrado no CadÚnico

Os jovens interessados podem procurar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) para orientações em relação ao cadastramento no Cadastro Único.

Jovens já cadastrados devem manter o cadastro atualizado até 24 meses e quando houver quaisquer mudanças nos dados cadastrais.


..
Aluguel Social

O Aluguel Social é um subsídio concedido para apoiar as despesas com moradia, em caráter provisório, às famílias que tiveram suas residências afetadas por chuvas ou intervenções urbanas e/ou ambientais.

As famílias que comprovarem que ficaram desalojadas decorrente dos fatos geradores antes citados são cadastradas pela CDHU ou Município para recebimento do benefício.

 



Bolsa Talento Esportivo

Visando ampliar o alcance e incentivar o desporto, a Bolsa Talento Esportivo, consiste na concessão de apoio financeiro a atletas em vários níveis de excelência, praticantes de qualquer modalidade esportiva.

O objetivo é de que tenham condições de aprimoramento, podendo melhorar sua performance para representar o Estado de São Paulo e o Brasil em competições nacionais e internacionais.

Valores das Bolsas *(ago/2020) = Estudantil = R$ 415, Juniores = R$ 500 a 830, Nacional = R$ 1.245 a 1.660, Internacional = R$ 2.045 a 2.490

Para ter acesso, é necessário se cadastrar no projeto e passar pela avaliação de uma Comissão de Análise designada pela Secretaria de Esporte.

Contato:  Secretaria de Esportes do Estado de São Paulo / Comissão de Análise do Programa Bolsa Talento Esportivo
Rua São Bento, 398 – Térreo – Protocolo Geral – Centro – São Paulo / SP – CEP: 01010-904
Telefone: (11) 3241-5822 – Ramais: 1160 e 1204

 



Via Rápida

Sob a gestão da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, oferece capacitação profissional gratuita para os cidadãos que buscam ingressar no mercado de trabalho ou abrir o próprio negócio.

São elegíveis pessoas a partir de 16 anos de idade, com domicilio em São Paulo, alfabetizadas, desempregadas e que possuam escolaridade mínima ou condição especial fixadas para cada curso.

É oferecida ainda uma bolsa-auxílio que apoia os estudantes matriculados nos cursos de qualificação como ajuda de custo durante o curso.

O auxílio é liberado após 10 dias de aula, e o pagamento é feito por meio de código bancário, que o aluno usará para sacar em caixa eletrônico.

Os cursos de qualificação profissional contam com uma bolsa-auxílio de R$ 210,00

Público-alvo: 

  • Jovens e adultos a partir de 16 anos
  • Estar domiciliado no Estado de São Paulo
  • Ser alfabetizado
  • Estar desempregado
  • Satisfazer, conforme o caso, requisitos de escolaridade mínima ou condição especial fixados para determinado curso

Os interessados devem se inscrever no site ( www.viarapida.sp.gov.br ) do programa e aguardar a convocação



SP Acolhe

Sob a gestão da Secretaria de Desenvolvimento Social, o programa de proteção social promove a transferência de renda para famílias em situação de vulnerabilidade social que perderam membro familiar na pandemia desde o início da pandemia até 21/06/2021.

Com investimento de mais de R$ 20 milhões, o auxílio financeiro pagará 6 parcelas mensais de R$ 300,00, totalizando R$ 1.800,00.

Serão beneficiadas famílias inscritas no CadÚnico com renda mensal de até 3 salários mínimos, que tiveram perda de pelo menos um membro pela pandemia, podendo ser filhos, cônjuges, pais, etc., desde que o(s) óbito(s) tenha(m) ocorrido dentro do núcleo familiar.

 



Educação

O Bolsa do Povo Educação tem como objetivo garantir o vínculo das famílias com as escolas e dos estudantes com o ambiente escolar.

Para isso, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) irá contratar responsáveis legais dos estudantes matriculados na rede pública estadual de ensino para apoiar as escolas, sobretudo no acompanhamento dos protocolos sanitários. Mais especificamente, e considerando a pandemia.

– Fortalecer a participação das famílias nas escolas;
– Intensificar as estratégias de busca ativa dos estudantes para o retorno e permanência no ambiente escolar;
– Garantir o cumprimento dos protocolos sanitários durante a pandemia
– Diminuir os impactos da pandemia
– Aliando, dessa forma, o enfrentamento dos desafios de evasão escolar, a demanda das escolas por mais profissionais e o cumprimento dos protocolos sanitários com o retorno presencial, configurando proposta inovadora para mitigação de alguns dos maiores impactos negativos da pandemia.

Serão considerados critérios como vulnerabilidade socioeconômica da família do estudante e desemprego.

Para participar é necessário:
– Ser responsável legal de estudante que se encontra matriculado na rede pública estadual de ensino;
– Ter idade entre 18 a 59 anos;
– Residir em local próximo à unidade escolar (prioritariamente, raio de até 2 quilômetros da unidade).
– As inscrições para o Programa serão iniciadas a partir do dia 20/07.

 



CONTATO & DÚVIDAS

📞 0800 7979 800

🕐 Atendimento: Segunda a Sexta feira, das 8h às 18h

💬 Whatsapp  (11) 98714 – 2645 –  Atendimento Eletrônico: 24h